sexta-feira, 11 de maio de 2012

O SER HUMANO É PROVA DA EXISTÊNCIA DE DEUS

        
          Eis a primeira prova! É só o começo!
       Tão universal era e ainda é hoje a crença na existência de Deus, que muitos teólogos têm concluído deste fato que a ideia de Deus é inata, isto é, existe naturalmente na inteligência do ser humano uma ideia de Deus, não por causa de qualquer instrução de outro ente humano, mas porque o próprio Deus criou o ser humano depositou dentro dele a ideia de Sua existência. Por isso, se um recém-nascido for colocado em um lugar onde nunca poderá receber qualquer instrução de outro ser humano, crescerá com a ideia, embora imperfeita, da existência de Deus.
Se o ateu disser que o homem naturalmente não tem ideia alguma a respeito da existência de um Ser Superior, e que esta ideia foi uma invenção, então como explicar o fato de diferentes tribos e nações tão antigas e completamente separadas umas das outras terem chegado tão universalmente á conclusão de que há um Ser Superior ao homem, e que esse ser dirige o Universo? Essa conclusão universal é uma prova fortíssima a favor da existência desse Ser Supremo. Por si só o homem seria incapaz de criar dentro de si a ideia clara da existência de Deus. Portanto, o fato de a humanidade ter universalmente a ideia da existência de um Ser Superior prova conclusivamente que o ser humano recebeu esta ideia diretamente desse Ser Superior, e por isto esse Ser existe.
    Desta fonte podemos tirar conclusões que refutam os ataques da incredulidade e do ateísmo: “Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia as obras das sua mãos” (Sl 19.1).
O apostolo Paulo afirma, explicando o inexplicável, que Deus existe e a prova disso está em Romanos 1: 18,20 “Pois o que de Deus se pode conhecer é manifesto entre eles (os homens), porque Deus lhe manifestou. Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendido por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis.”
            Paulo está dizendo o seguinte: “Que a grandeza de Deus, que as coisas inexplicáveis de Deus podem ser compreendidas pelas coisas que estão criadas, a natureza e o ser humano, as quais são uma prova de que existe Deus”. Deus deixou o universo, o planeta Terra e fez o ser humano como prova – é como estivesse dizendo-nos: “Olhe aqui, vocês podem não entender muita coisa do meu Reino, vocês podem não entender muita coisa da minha Pessoa, mas Eu vou deixar a natureza e o homem como prova de que Eu existo”.
A Palavra inspirada declara que “disse o louco no seu coração: Não há Deus”. É de fato louco aquele que depois de contemplar o mundo material ao seu redor, nega que ele seja produto de uma Inteligência Superior e controladora do universo. Não podemos duvidar da nossa existência nem da existência do mundo ao nosso redor. Contemplemos o imenso Universo. De onde vieram aqueles enormes planetas que giram com grandeza solene? De onde vieram os oceanos e continentes da terra? De onde vieram todos os seres que os habitam? Todo efeito deve ter uma causa suficiente, e será possível que possa existir sem causa obra tão estupenda? Teriam surgido espontaneamente o Universo e todas as maravilhas da Terra e do Céu?
          Nós, seres humanos, somos prova da existência de Deus, para que os homens fiquem indesculpáveis, ou seja, ninguém vai poder chegar diante de Deus se desculpando, dizendo que Deus não se manifestou, que Deus não se revelou, que não viu nada de Deus. O Senhor dirá: “Eu deixei a humanidade e a natureza como prova da minha existência”. Então você que está lendo aí, para você que debocha, para você que diz – eu não creio em Deus. “Se Deus é verdadeiro, que se manifeste aqui agora; mostre aí que tu és Deus”. Meu querido, minha querida, Deus não está, mas não está nem um pouquinho preocupado em provar a existência dEle, Ele vai continuar sendo Deus independente de você crer ou não. Você, que diz que não crê em Deus, é a maior prova que ele existe. Deus não se manifesta para provar a ninguém pelo capricho da vaidade de um homem para desafiá-lo. Deus até se manifesta para provar quem ele é a um coração sedento, que quer conhecer a verdade, que tem fé e crê que existe algo maior. Agora se tratando de um metido a sabichão, querendo que Deus se manifeste na hora que ele quer e que prove a Sua existência, eu digo que Deus não está nem aí para você; Ele é Deus e “está acabado”. A Ele a glória, a honra, e o louvor. Você já é a prova da existência de Deus!
         Nós existimos. Devemos a nossa existência a nossos pais, estes a devem aos seus, e assim retroativamente. Ou a raça humana é eterna, ou a cadeia da quais pais e filhos são elos termina em nossos primeiros pais.
        Não podemos acreditar que a raça humana seja eterna, porque seria supor que um elo dessa cadeia fosse sustentado por outro sobreposto, e este ainda por outro, e assim por diante, infinitamente. Temos, portanto necessidade de admitir a existência de um primeiro elo fixo que sustenta todos os outros. Assim, o encadeamento leva-nos até o primeiro homem, progenitor da raça humana, e a não ser que ele tenha tirado a sua existência de si mesmo, é necessário procurar uma causa de sua existência. Como veio ele a existir?
         Os evolucionistas têm feito muito barulho sobre a suposta evolução do homem de algum germe. Ele teria sido desenvolvido de período em período, resultando primeiro em um animal qualquer, em seguida em macaco, e finalmente em homem. Desde que a teoria de Darwin sobre a origem das espécies deu seus primeiros passos, tem-se procurado os elos intermediários que fariam a suposta ligação do homem com o macaco. Mas até agora o proto-homem, o proto-anthropos não foi descoberto. Não há evidência de que qualquer espécie tenha evoluído por transição gradual de alguma espécie inferior. Procurando, portanto, a origem de qualquer espécie de vida, chegamos, como no caso do homem, aos primeiros indivíduos da espécie. Qual é, pois, a causa da sua existência? Somos levados a crer na existência de uma Causa Primária, necessária e existente em si mesma, e a não ser que adotemos a teoria da evolução, temos necessariamente de procurar esta causa não na matéria, mas fora dela. Visto que existimos, e que não somos a causa primária da nossa existência, nem os nossos primeiros pais podiam ter originado a si mesmos, e visto que a teoria da evolução pressupõe um germe criado, e que este germe pressupõe um Criador, e visto ser impossível que a matéria originasse o movimento, diante disso concluímos:
     ·         Que a Causa Primária do movimento Criador deve ser uma mente independente e acima da matéria:
·         Que nossa existência é obra dessa mente independente:
·         Como seria coisa impossível que essa mente agisse sem que primeiramente existisse, logo vemos a existência de Deus demostrada como a Causa Primária de nossa própria existência.
         Uma das coisas que faz muitas pessoas não crer em Deus é o fato de não o entender. Pois engraçado, este é um dos principais motivos que me faz crer em Deus, pois se eu entendesse tudo de Deus, aí então o Deus seria eu. Como não entendo muita coisa de Deus, ele é Deus e está acabado. Um ser humano é pecador e frágil; se o dedão do pé fica machucado, já fica logo fragilizado. Um ser humano, por qualquer coisa fica doente; por qualquer coisa, está na cama e por qualquer coisa, perece. É um homem limitado a tempo espaço, circunstância, vai querer entender de um ser eterno? Então Deus se manifesta naquilo que nossa mente consegue compreender, pois se Deus manifestasse tudo o que ele é e mostrasse todos os seus mistérios, nós todos íamos ficar biruta, pois Ele é muito maior que nossa mente.
Por hoje é isto. Depois de muito chingão na semana passada esta aí a primeira prova. Este é só o começo, essa foi leve ainda, aguarde as próximas publicações que serão feitas nas sextas-feiras. Muitas coisas que foram faladas aqui vão merecer um estudo mais profundo logo adiante. Neste mostramos que somos a própria prova da existência de Deus, na publicação seguinte falaremos da natureza e do universo. Até a próxima! Você é a prova de que Deus existe!

8 comentários:

  1. Todas as primeiras tribos humanas, sem exceção, eram politeístas. Jeová nada tem a ver com Viracocha, Odin ou Shiva. Só isso já rebate esse artigo fraquíssimo.

    ResponderExcluir
  2. Qdo vc cai no azar de receber uma nota de 100 reias falsa, vc deduz que existe uma verdadeira, a qual foi copiada, Não existe nota de 3 reia falsa, por que ninguem ia aceitar pq se sabe que não existe a verdadeira

    ResponderExcluir
  3. ou seja, primeiro você teria que acreditar para depois acreditar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu quiz dizer que entre muitas provas, o fato de haver deuses falsos, prova que há Um Deus Verdadeiro, A causa primária de todo o universo, o qual ainda existe e sustenta todas as leis que o regem

      Excluir
  4. Ok, Ok! Deus não existe, o mundo é uma tremenda coincidência, o ser humano foi criado de uma explosão, ou foi o macaco que veio da explosão, e o homem veio do macaco depois? Sei lá! Se Deus não existisse nem os que dizem que ele não existe estariam aqui para o dizer. Acho que a vida em sua forma milimetricamente perfeita é a maior prova de Deus. Qual o principal argumento que Deus não existe? Agora que Deus existe, e inclusive está aqui agora eu tenho vários!

    ResponderExcluir
  5. Posso ajudar em mostrar provas, basta acolar no seu navegador e leiam este tópico surpreendente:
    ...barbeiros não existem ???

    Que Deus abençoe a todos nós.

    ResponderExcluir
  6. Como encontrar "...barbeiros não existem???"

    No blog os Limpa Trilhos.

    Que Deus abençoe a todos nós.

    ResponderExcluir
  7. Como encontrar "...barbeiros não existem???"

    No blog evangélico muito bom. Vale a pena conferir, companheiros.

    ResponderExcluir